Início Notícias Sindsep inicia o Ciclo de Debates: A resistência dos servidores públicos

Sindsep inicia o Ciclo de Debates: A resistência dos servidores públicos


O Sindsep lançou na última quarta-feira, 05 de outubro, com a realização de audiência pública, a agenda de atividades do projeto “Ciclo de Debates – A resistência dos servidores públicos”.


 


O objetivo do sindicato é mobilizar os funcionários públicos e a população da cidade para defender e consolidar direitos. Trata-se de um calendário de atividades de resistência ao desmonte das principais conquistas da classe trabalhadora, orquestrado nacionalmente no Congresso e no Governo Federal, e localmente, na Prefeitura, que tem deixando de cumprir compromissos assumidos em mesa de negociação e legislações aprovadas.


 


A semana começou com grande mobilização contra a PEC 241/16, projeto que tem poder destruidor sobre o serviço público e pode impedir investimentos no setor por pelo menos 20 anos. O Sindsep seguirá debatendo pautas como a reformado Enesino Médio, financimento da educação, Lei da Mordaça, relações de gênero e étnico-raciais e o combate à homofobia.


 


“Não vamos nos calar. Iremos tomar as ruas e fazer o debate com os servidores, exigindo que os políticos não golpeiam nossos direitos, como fizeram com a Democracia recentemente”, avisou Maria Santos, presidente do Sindsep.


 


“Muitos de nossos direitos conquistados a duras penas e com luta constante estão ameaçados por uma crise do capital financeiro que agora querem que a gente pague. Não vamos pagar essa conta”, acrescentou Enedina Soares, presidente da Fetamce.


 


Na pauta de todas essas atividades, além do “Fora Temer”, a defesa dos direitos trabalhistas, da CLT, e a luta em defesa dos serviços públicos. Para isso, a agenda de lutas continua. Confira a agenda do Ciclo de Debates Sindsep:


 


– 14 de outubro, 9 horas: Escola Janusa Correia – Palestra “Os ataques à educação”, que debate a Lei da Mordaça, a Reforma Curricular do Ensino Médio e os riscos que corre o financiamento da educação;


 


– 19 de outubro, 8 horas: Escola Janusa Correia – “Reforma da Previdência em debate”;


 


– 21 de outubro, 16 horas: Escola Janusa Correia – Lançamento do Livro o Ceará e a Resistência ao Golpe de 2016;


 


– 9 de novembro, 9 horas: Escola Janusa Correia – Debate “As relações de gênero e étnico-raciais e os seus impactos no mundo do trabalho e na vida”;


 


– 2 de dezembro, 9 horas: Escola Janusa Correia – Seminário “A diversidade sexual na escola, no serviço público e a criminalização da homofobia”, atividade alusiva ao Dia Mundial de Combate ao HIV/AIDS.